30 julho 2012

A minha escuridão

Postado por Carolina Ctfra às 16:40 0 comentários
Sempre achei a noite um dos cenários mais bonitos que se pode presenciar na vida. A escuridão que toma conta sendo quebrada apenas pelas estrelas que ocupam todo o céu e a lua grande e brilhante que prende a atenção de todos. Sempre adorei, mas como tudo, isso também mudou. A noite chega e trás junto aquele silêncio, que me faz embarcar em pensamentos que me torturam diariamente. Lembro de tudo que passamos, imagino o que mudaria e faço planos para o futuro. Rolo de um lado para o outro da cama com a imaginação cada vez mais fértil alimentando a angústia. Essa insônia está me acompanhando desde o dia que você resolveu que não dormiria mais comigo e foi embora sem dar explicação. O tempo passou, mas ela, assim como o seu cheiro no travesseiro, continua aqui perturbando o que resta do meu juízo. Faltando menos de uma hora para o despertador tocar e começar mais um dia tenebroso que eu vou agir mecanicamente (apenas fazendo o que tenho que fazer e respondendo as perguntas que forem feitas diretamente a mim), consigo dormir e sonhar com você, claro. Começo a reproduzir ­– cena por cena – a nossa pequena novela dês do dia em que nos conhecemos até a despedida. Cenas perfeitas e consigo observar cada detalhe, cada cheiro e cada ação sua para que eu possa atualizar minhas lembranças que insistem em escapar.

Então o despertador toca e me deparo com a minha briga interna, pois até hoje não resolvi se sonhar com você é um erro – já que me faz remoer tudo que vivemos inclusive a perda, o que me faz acordar ainda pior – ou se é a “válvula de escape” para a minha dor – já que quando sonho com você consigo recordar de todos os detalhes e percebe que nós éramos felizes, e é isso que me da forças para continuar. Assim começo a escutar os pássaros cantando, os barulhos de carros e motos na rua, e resolvo abrir os olhos. Deparo-me com um sol forte, e percebo que todo o silêncio e escuridão se foram e é isso que me faz criar coragem de levantar para começar mais um dia comum. Pois sei que isso é só um teste e mesmo que ainda não esteja pronta para continuar, preciso sobreviver. Então aproveito a claridade e sigo em frente, sabendo que é ela que me mantém forte e que quando ela se for uma nova batalha irá começar. Não a batalha eu versus você, porque essa eu superei – aceitei a derrota – mas a batalha dentro de mim, porque essa é a mais difícil de vencer.

26 julho 2012

Os sentimentos e as indecisões

Postado por Carolina Ctfra às 16:23 0 comentários
Eu sempre fui uma pessoa determinada, desapegada e tentava escapar do amor de todas as formas, mas tudo mudou desde que você chegou e resolveu permanecer no meu coração. Eu não consigo parar de pensar em você, fico esperando a sua ligação e fico criando planos para quando a gente ficar junto. Mas o problema é que não sabemos se realmente vamos ficar juntos. Eu entendo que você precisa resolver se vai terminar o seu namoro para finalmente ficar comigo, porém não tem sido fácil conviver com essa turbulência de sentimentos e com a sua indecisão. Está sendo muito difícil ver a nossa amizade se transformar em algo que nunca senti antes e mais difícil ainda é saber que enquanto eu penso em nós e escrevo esse texto, você provavelmente não está nem se lembrando do que me disse no fim de semana passado!


Sempre fomos amigos e você sabe que eu nunca me apego a relacionamento e que nunca sofri por um garoto, mais eu estou disposta a arriscar tudo e finalmente me entregar a alguém, mais só se esse alguém for você! Mas para isso acontecer, meu bem, você precisa tomar uma decisão, afinal por mais que eu queira você comigo esse sentimento não vai durar para sempre e a sua indecisão é capaz de fazer você perder o que você ainda não tem.
Não é fácil manter a esperança acesa, mas é muito mais difícil essa dúvida que toma conta de mim a cada dia que você não aparece. Não se preocupe eu vou suportar seja qual for a sua decisão. É claro que vou ficar desapontada se você escolher ela, mas eu nunca me abalei e pode ter certeza que você não será o primeiro a me fazer sofrer, não mesmo! Afinal amigos são para trazer felicidade e não para machucar, então, por favor, resolva logo qual o cargo que você quer ocupar no meu coração e me deixe livre para preencher os outros!

24 julho 2012

O fim de uma história que nunca existiu

Postado por Carolina Ctfra às 13:28 0 comentários
Eu gosto de estar com você, do seu jeito meigo, tímido, do seu jeito de me olhar e me fazer ficar com vergonha. Adoro tudo em você, e de tanto analisar e remoer essas características percebi que gosto de você. Não daquele jeito que todos estão acostumados, estou falando de um sentimento muito maior do que a amizade que nós temos. Estou falando de amor! Diante disso passei a analisar esse sentimento que até então era desconhecido para mim e percebi que é maravilhoso. É perfeito aceitar os defeitos e as qualidades de uma pessoa, é perfeito acordar e dormir pensando nela, é perfeito receber (e ter pra quem mandar) mensagens de boa noite e é perfeito ter com quem dividir todos os seus erros sem ser julgado. Foi então que percebi que nada era perfeito, muito pelo contrário, tudo era ótimo quando era só amizade, mas depois que o sentimento mudou para mim percebi que tudo foi perdido por um simples motivo, nada havia mudado para você.


Então nasceu em mim um novo sentimento, a covardia. Tive que escolher entre continuar sendo apenas sua amiga e omitir o que sentia ou me afastar de você. E eu escolhi me afastar, não por ter medo de te perder nem por medo de tentar, eu apenas resolvi que nós iríamos guardar apenas os momentos bons que passamos, e que por tanto você não iria me ver sofrendo.

Por isso eu resolvi me afastar, e espero que você possa me perdoar. Perdoe-me por ser covarde, por ter confundido os sentimentos, por não ter sido o suficiente para você e por deixar você (esse sentimento e tudo que vivemos) para trás. Só peço que você nunca me esqueça, porque pode ter certeza, eu nunca vou esquecer da única pessoa que poderia ter tido as duas metades do meu coração.

20 julho 2012

Dia do amigo

Postado por Carolina Ctfra às 18:53 0 comentários
O amigo sabe de todas as suas qualidades e aceita todos os defeitos porque ele está do seu lado para te ajudar e não julgar. Amigo escuta o fora que você tomou, te ajuda a estudar para prova final, te chama pra festa, te apóia quando você da vexame; mas ser amigo também é ser sincero quando a roupa está feia, te contar quando o namorado te traiu e escutar você falando o dia todo do menino que você está afim. Os tempos mudam e independente de tudo ele sempre está com você: Nos dias que precisar desabafar ele vai estar pronto para te ajudar, nos dias que precisar de consolo ele vai estar presente com as palavras certas, nos dias que estiver alegre precisando sair lá estará ele dançando ao meu lado.


Atualmente as pessoas estão tendo uma vida muito corrida e isso afeta diretamente nas relações entre as pessoas, e consequentemente, nas amizades. Mas lembre-se de reservar uma parte do tempo para cultivar as amizades, pois isso é o mais importante da vida!


No blog vou postar sobre amizade, amor, expectativa para o futuro, relação com familiares, livros e vários temas em relação a fatos que eu vivi. Com o tempo vou aperfeiçoando os textos e recebendo sugestão. Espero que vocês gostem e comentem! Beijos
 

Densidade Feminina Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos