15 outubro 2012

Seus fantasmas me assombram

Postado por Carolina Ctfra às 15:36
Você sabe que dia é hoje? Você se lembra da importância desse dia para a gente? Você se lembra de como comemorávamos ele? Claro que não se lembra afinal você esquece muito rápido, e tenho certeza que nesse momento você está em uma festa qualquer comemorando suas novas conquistas. Conquista está que eu desconheço, assim como você desconhece tudo que eu passei depois que tudo acabou. Depois que a gente acabou. Confesso que as lembranças de nós dois estão se perdendo no tempo e eu sei que em breve essa dor no meu peito vai desaparecer. Mas quando acordei hoje e descobri que dia era não teve como não lembrar de cada minuto que passamos juntos. Recordei-me dos beijos na praia, dos carinhos, do seu sorriso torto, das piadas sem graça, da sua covinha, dos presentes trocados e das datas comemorativas. As lembranças estavam fora de foco e algumas até incompleta mas a saudade continua igual, ou melhor, está muito maior. Lembrei-me até do adeus, e para a minha surpresa ele não doeu tanto. Claro que senti calafrios, raiva e até senti uma lágrima escorrer, mas a dor agora é bem menor. Acho que é efeito do tempo, acho que a dor está se transformando em saudade, e fico feliz por isso, afinal só sentimos saudade daquilo que não nos pertence mais, e eu finalmente aceito que você não é mais meu.

Fiquei com vontade de te mandar mensagem, mas não sabia se o seu número ainda era o mesmo. Pensei em te mandar um e-mail, mas lembrei que ninguém lê e-mail. Pensei em te chamar no chat do facebook, mas percebi que você estava offline, e foi nessa hora que a fixa caiu. Eu não tenho que te procurar, descobrir o que mudou em você e nem saber se você se lembra que hoje nós iríamos fazer 2 anos de namoro. Não temos que manter contato, afinal você foi embora, você resolveu ficar offline na minha vida, resolveu que não valia apena lutar por nós dois. E eu tenho que aceitar isso.
Só hoje eu vou me permitir chorar, sentir, reviver e ter esperança. Mas amanha é outro dia, e pode ter certeza que não vou ter outro momento de fraqueza como esse. Hoje percebi que para seguir enfrente preciso fechar esse ciclo, preciso está inteira para que outro possa começar. É por isso que estou escrevendo essa carta, para poder te mostrar que apesar de não ter te esquecido eu estou lutando para isso, e você sabe que eu não desisto até conseguir. Estou te escrevendo para te dar os parabéns, por você ter conseguido o que eu não consegui, amar e esquecer na mesma rapidez. Estou te escrevendo apenas para tirar um peso do meu coração. Estou te escrevendo para me livrar definitivamente de tudo que restou de você em mim, e junto com essa carta estou te devolvendo todos os presentes que você me deu, afinal quando os vejo me esqueço do motivo pelo qual estou tentando te esquecer. Só peço é que você devolva o meu coração e minha alegria que ainda estão com você. Estou te devolvendo tudo, a única coisa que ainda fica aqui é o seu fantasma, que em dias como esse, insiste em me assombrar, mas peço que também fique com ele.

0 comentários:

Postar um comentário

Se gostou do post comente e faça uma blogueira feliz!
Prometo ler e responder todos os comentários.
Obrigada. Beijos!

 

Densidade Feminina Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos